Buscar
  • dragisele

Você trocaria comida de verdade por suplementos?


Uma alimentação equilibrada requer um cardápio diversificado, rico em nutrientes, vitaminas e minerais. Para garantir que o organismo esteja bem nutrido, é importante priorizar o consumo de frutas, legumes, verduras e cereais integrais.


O aumento da busca por melhoria na performance esportiva aliado ao crescimento da indústria de suplementos para atletas, reforçam a ideia de que, para se obter bons resultados nos treinos, é necessário suplementar a alimentação.


Diferentemente do que muitos pacientes acreditam, suplementar não é uma obrigatoriedade para alcançar aumento de desempenho e alguns suplementos podem ser substituídos por uma boa alimentação. É importante considerar o objetivo e as necessidades individuais de cada um.

Como suplementos de proteína, como o whey protein, são considerados alimentos e não medicamentos, a venda e o consumo se tornam mais fáceis. Porém, incluir os suplementos na alimentação requer cautela e acompanhamento. Algumas substâncias em excesso podem sobrecarregar os rins, especialmente em pacientes que já possuem predisposição a problemas renais. Para quem busca opções naturais de fontes de vitaminas e proteínas, é possível consumir sucos de frutas, leite, iogurte, queijo, carne vermelha e ovos.


Por outro lado, o uso dos suplementos permite ter controle da velocidade de absorção, isolar determinado grupo/substância (exemplo: proteína sem gordura e carboidratos, minerais, aminoácidos, vitaminas...), controle energético, entre outros. Vale ressaltar que, a elaboração do planejamento alimentar e a indicação de suplementos alimentares são realizados após consulta com o paciente, levando em conta seu estilo de vida, preferências, exames laboratoriais e objetivos a serem alcançados.


A nutrição deve ser sempre baseada principalmente na alimentação. O suplemento serve como um bônus, para aumentar o nível das vitaminas e minerais e pode até auxiliar no desempenho do atleta, mas nunca se deve deixar de comer por causa da suplementação.


A dieta de uma pessoa que não possui alergias ou intolerâncias, consiste em arroz, feijão, ovos, carnes magras (peixe, frango, boi), salada, frutas, derivados do leite, grãos integrais e sementes. O segredo é mais simples do que parece: optar por “comida de verdade.” Para que isso vire rotina, organizar e planejar as compras e ter sempre uma refeição pronta na geladeira, são alguns hábitos que garantem praticidade no dia a dia.


13 visualizações0 comentário