Buscar
  • dragisele

Quer viver melhor? Então, beba chá!


Esta é uma ótima notícia para quem é fã de um chazinho a qualquer hora do dia. Um estudo publicado recentemente no European Journal of Preventive Cardiology demonstrou que beber chá ao menos três vezes por semana aumenta a longevidade e fortalece o sistema cardíaco.


Trata-se do “China-PAR2”, um projeto da Academia Chinesa de Ciências Médicas. Nele, os pesquisadores acompanharam mais de 100 mil pessoas sem histórico de infarto, acidente vascular cerebral ou câncer durante um período de sete anos, observando os efeitos do consumo de chás verde ou preto sobre a saúde dos participantes. Eles foram divididos em três grupos:

  • um de pessoas que bebiam chá três vezes por semana ou mais;

  • outro de pessoas que bebiam chá menos de três vezes por semana;

  • e, por fim, o grupo de quem não bebia chá.


A análise de dados mostrou que o hábito de tomar chá regularmente pode ser relacionado à redução de 20% no risco de desenvolver doenças cardiovasculares, de 22% na chance de vir a óbito por problemas cardiovasculares e de 15% no risco de morte por qualquer causa.

Os efeitos benéficos do consumo de chá foram observados apenas no grupo de pessoas que tomaram a bebida com frequência maior (três vezes por semana ou mais).


Como os pesquisadores justificam esses resultados?

Para os cientistas, a justificativa para esse resultado está no fato dos chás serem ricos em polifenóis, sobretudo o chá verde. Essas substâncias têm uma ação antioxidante muito poderosa, protegendo as células.


Como os polifenóis não ficam armazenados no corpo por muito tempo, se quisermos desfrutar das vantagens da bebida para a nossa saúde, temos que consumi-la regularmente e por um período prolongado.


Quanto ao preparo, alguns cuidados são importantes. O fogo deve ser desligado assim que a água ferver e a infusão deve ser de, no máximo, cinco minutos.


Os pesquisadores afirmam que são necessários mais estudos para esclarecer o mecanismo por trás dos efeitos do consumo de chá sobre a saúde.


Mas, os achados encontrados até aqui permitem concluir que a bebida contribui para a proteção da saúde, especialmente no que diz respeito à prevenção de problemas cardiovasculares.

14 visualizações0 comentário