Buscar
  • dragisele

Obesidade é uma das maiores causas da Diabetes


A Obesidade é uma realidade muito presente entre os brasileiros. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019, uma em cada quatro pessoas de 18 anos ou mais estava obesa. Isso equivale a 41 milhões de brasileiros, sendo 29,5% das mulheres e 21,8% dos homens.

Esses números são preocupantes, tendo em vista que a obesidade pode causar outras doenças, como hipertensão arterial, problemas ortopédicos e infarto do miocárdio. Além disso, é uma das principais responsáveis pelo Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2).

Hoje, no Dia Mundial da Diabetes, vou contar para vocês um pouco sobre a relação entre os dois problemas e destacar a importância de se cuidar para ter um vida mais saudável.

Quem são as pessoas consideradas obesas?

A obesidade é uma condição médica e o diagnóstico é baseado no Índice de Massa Corporal (IMC). Ele é calculado por meio da divisão do peso da pessoa pela altura elevado ao quadrado (peso/altura²), é superior a 30.

É importante ressaltar que o IMC é apenas um direcionamento. O mais importante é que o diagnóstico seja feito por um profissional porque pode ocorrer de o índice ser menor e o paciente ser considerado obeso. Isso porque a concentração de gordura pode estar em um lugar específico do corpo, como na região abdominal, por exemplo. A medida mais fidedigna seria a aferição da circunferência da cintura com a fita métrica, além de outros exames clínicos e laboratoriais.

A relação entre a Obesidade e o Diabetes

A obesidade é uma das principais causas do diabetes. Isso porque o acúmulo de gordura no fígado, pâncreas e em outros órgãos da região abdominal, pode atrapalhar a ação da insulina, que é o hormônio que controla a glicemia no sangue e garante energia para o organismo. Desse modo, os níveis de glicemia se elevam, causando o diabetes.

O cuidado com o corpo e o acompanhamento médico no combate à obesidade

As principais causas da obesidade são: a alimentação inadequada ou excessiva e a falta de atividades físicas no dia a dia. Por isso, o cuidado com o corpo e o equilíbrio entre as calorias consumidas e gastas são fundamentais para que a gordura não se acumule.

Além disso, é importante destacar que fatores genéticos também podem estar relacionados à obesidade. Problemas psicológicos, como ansiedade e compulsão alimentar podem agravar os quadros da doença.

Por todos esses motivos, é muito importante contar com o acompanhamento de um profissional para garantir o diagnóstico e tratamento adequado da obesidade, evitando problemas mais sérios, como a Diabetes.

Mudanças de hábito no combate à Obesidade

Mudar seus hábitos alimentares e físicos é muito importante para evitar a obesidade. No seu dia a dia, invista em alimentos ricos em vitaminas e nutrientes, apostando em frutas e verduras, por exemplo. Além disso, incluir atividades físicas regulares na sua rotina é outro ponto de atenção para garantir o equilíbrio do corpo e evitar o acúmulo de gordura.

Papais e mamães, fiquem atentos aos hábitos dos seus filhos e sejam mais criteriosos com a alimentação deles. Segundo o Ministério de Saúde, três em cada dez crianças, entre 5 e 9 anos, estão acima do peso. A pesquisa do IBGE indicou que, em 2019, o excesso de peso ocorria em 19,4% dos adolescentes de 15 a 17 anos. Já a obesidade atingia 6,7% deles.

Lembre-se sempre que a atenção com a saúde é importante em qualquer idade, e o acompanhamento médico contribui para a prevenção de diversas doenças. Não se deixe de lado, cuide-se!


31 visualizações0 comentário