Buscar
  • dragisele

Mitos e verdades sobre glúten



Quando se trata de falar sobre glúten, uma coisa é certa: há polêmica na conversa. Essa substância é tida como vilã por muitas pessoas, devido à sua relação com alergias e intolerâncias alimentares, especialmente a doença celíaca.


Nos últimos anos, virou tendência excluir o glúten da dieta, mesmo para pessoas que não são celíacas mas querem perder peso.


Porém, o glúten é uma proteína presente em cereais como trigo, aveia e cevada. Ao retirar do cardápio itens feitos à base desses alimentos, como pães ou bolos, a consequência é impedir o acesso a outros nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo.

Com tantas informações circulando, surgem várias perguntas. Por isso, este artigo abordará os três principais mitos e verdades sobre glúten. Confira e esclareça suas dúvidas!


Retirar o glúten da dieta faz perder peso: MITO.


Essa é a principal inverdade sobre glúten na atualidade. Excluir os alimentos à base de farinha, aveia ou cevada do cardápio diário não ajuda a emagrecer pela ausência do glúten.

O que acontece é que bolo, biscoito, pão ou macarrão são alimentos calóricos, ricos em carboidratos. Quando eles são deixados de lado, a ingestão diária de calorias baixa e, consequentemente, a pessoa emagrece.


Alimentos com glúten têm digestão mais lenta: VERDADE.


O glúten é formado pela combinação de duas proteínas, a glutenina e a gliadina. Essa estrutura é bastante complexa e não chega a ser totalmente quebrada durante o processo de digestão.


Quem não tem intolerância ao glúten pode desenvolver o problema se retirar o glúten da dieta: MITO.


O glúten não é um nutriente essencial, portanto, não há qualquer mal em evitá-lo, a princípio. E não existe ligação entre o aparecimento da restrição devido à exclusão da dieta.

Porém, os cientistas não descobriram nenhum benefício causado pela retirada do glúten da dieta. A não ser para quem tem intolerância à proteína, seja no caso da doença celíaca ou de outro tipo de alergia alimentar.

Seja qual for a preocupação em relação ao glúten, a recomendação é procurar a orientação de um especialista em alimentação saudável. Assim é possível garantir que o cardápio diário esteja de acordo com as necessidades do organismo.

15 visualizações0 comentário