Buscar
  • dragisele

Metabolismo não sofre declínio com envelhecimento, diz nova pesquisa

Você já ouviu alguém falar que tem dificuldade de perder peso porque o metabolismo ficou mais lento com o passar dos anos?


É muito comum as pessoas pensarem dessa forma. Entretanto, uma nova pesquisa realizada pelo Pennington Biomedical Research Center e divulgada pela Revista Science conclui que o metabolismo permanece estável durante a meia-idade.

Realizado em 29 países, o estudo analisou mais de 6 mil pessoas, de recém-nascidos a idosos de 95 anos de idade.


O metabolismo corresponde ao conjunto de reações bioquímicas que controla a síntese e a degradação de substâncias necessárias para manter o nosso corpo funcionando. E quanto maior o corpo, seja em termos de músculos desenvolvidos ou de gordura abdominal, mais energia é preciso para movimentá-lo.


Os resultados apontam novidades surpreendentes sobre o corpo humano. A partir do estudo, é possível identificar quatro fases da vida metabólica: do nascimento até 1 ano, que é a fase em que o metabolismo sai do mesmo nível da mãe e atinge o ponto mais alto de toda a vida, 50% acima do metabolismo de adultos; depois há uma suave desaceleração até os 20 anos de idade, sem apresentar nenhum aumento durante as mudanças da puberdade; permanece estável dos 20 aos 60 anos; a partir dos 60, diminui cerca de 0,7% ao ano, e, mais tarde, o metabolismo sofre um declínio permanente, por volta dos 90 anos, apresentando um funcionamento 26% abaixo do metabolismo de meia-idade.


Talvez você esteja se perguntando como foi possível realizar este estudo: os pesquisadores calibraram as medidas de acordo com o tamanho do corpo para comparar o metabolismo dos participantes “quilo a quilo”, utilizando a técnica conhecida como “água duplamente marcada”. Feita a partir de formas mais pesadas de átomos de hidrogênio e oxigênio que constituem a água, ela pode ser rastreada conforme deixa o corpo.

Se você está sentindo a crise de meia idade, não vale mais culpar o declínio da taxa metabólica, combinado? Uma vez que os resultados da pesquisa apontam que o metabolismo não apresenta mudança durante a vida adulta.


A compreensão completa das mudanças no metabolismo pode ter impactos na medicina. As respectivas descobertas sustentam a ideia de que o aumento da obesidade é resultado do excesso de ingestão de energia alimentar e não por uma redução no gasto de energia.

Para manter um bom funcionamento do metabolismo, é fundamental adotar uma alimentação saudável e praticar atividade física regularmente.


8 visualizações0 comentário