Buscar
  • dragisele

Consumo de alimentos ultraprocessados aumentou significativamente



Como anda sua alimentação? Saudável ou deixando a desejar? Comendo frutas e verduras ou se esbaldando em alimentos ultraprocessados?


Pense e responda para si mesmo! Afinal, o primeiro passo para adotar uma dieta balanceada é entender o quanto isso é importante.


Neste texto, vou falar sobre os riscos do consumo de ultraprocessados, alimentos que vêm ganhando mais adeptos a cada dia. Uma notícia muito preocupante!


Aumento no consumo de alimentos ultraprocessados


De acordo com um estudo publicado pela revista de saúde pública, da Universidade de São Paulo (USP), o consumo de alimentos ultraprocessados aumentou significativamente. Vale destacar que entram nessa categoria todos aqueles [alimentos] que são produzidos por meio de técnicas de processamento e ingredientes de uso exclusivamente industrial.


Alguns exemplos de ultraprocessados são: refeições congeladas, refrigerantes, fast foods, biscoitos e sucos de caixinha. Muitas vezes, esses alimentos são inseridos no cardápio do dia a dia devido a sua praticidade. Isso acontece com frequência pela falta de tempo, uma vez que enfrentamos uma rotina cada vez mais agitada. Nesse contexto, ações rotineiras, como cozinhar, podem ser deixadas de lado e substituídas por opções mais rápidas.


Porém, o consumo exagerado de alimentos ultraprocessados pode causar sérios problemas para a nossa saúde.


Os problemas relacionados ao consumo de alimentos ultraprocessados.

Os alimentos ultraprocessados são reconhecidamente prejudiciais à saúde do indivíduo. Eles são pobres em nutrientes, apresentando uma maior densidade energética, maiores índices de açúcar livre e gorduras trans.


O seu consumo de forma excessiva favorece o surgimento de algumas patologias bem graves para o organismo, como doenças cardíacas, obesidade, hipertensão, diabetes e vários tipos de câncer.


O aumento no consumo de alimentos ultraprocessados


O consumo de alimentos ultraprocessados vem aumentando cada vez mais entre a população. Um dos fatores que podemos citar para esse crescimento é a praticidade do seu preparo, uma vez que esses tipos de alimentos não exigem um processo muito demorado de cozimento.


Um estudo realizado pelo Datafolha para avaliar o consumo de alimentos ultraprocessados pelos brasileiros na pandemia apontou que uns dos fatores que justificam o hábito, além da praticidade no preparo, está a busca pela sensação de prazer.


Além disso, outro fator apontado é a alta exposição às propagandas de alimentos industrializados nos mais diversos meios de comunicação, o que acaba despertando o desejo por este tipo de alimento.

Adoção de bons hábitos alimentares

Percebeu como o consumo de alimentos ultraprocessados aumentou e porque esse é um dado alarmante?


Por isso, é muito importante adotar uma alimentação rica em alimentos in natura e minimamente processados. Comer comida de verdade e preparada em casa!

Além disso, é fundamental contar com o acompanhamento de um especialista para garantir o consumo de todos os nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo. E não se esqueça que praticar atividades físicas também é indispensável, hein?!


Quer saber mais sobre o assunto, entre em contato comigo! Será um prazer atender você!


8 visualizações0 comentário