Buscar
  • dragisele

5 dicas para fazer seus filhos comerem frutas, verduras e legumes




Quem tem criança em casa sabe: às vezes, convencer o próprio filho a comer uma maçã pode ser uma verdadeira luta. Brócolis então, nem se fala! Uma batalha épica, digna de filme! Muitos pais, nesse momento, recorrem a táticas como ameaças e castigos que, além de não serem eficazes, podem até piorar a situação.


Por isso, trouxe algumas dicas que vão te ajudar a fazer seus filhos comerem frutas, verduras e legumes:


1) Inclua seus filhos no processo


Deixe que seu filhos participem das diversas atividades que culminam com a chegada da comida até o prato. Isso quer dizer: deixe que eles participem da escolha dos vegetais. Peça ajuda para lavar os alimentos e preparar a refeição. Desse modo, justamente pela criança ter sido incluída na escolha e preparação, ela vai estar mais familiarizada com os alimentos e mais curiosa para experimentá-los. Além disso, essa também é uma oportunidade de aproveitar bons momentos ao lado dos pequenos, ou seja, só ganhos!


2) Tente receitas novas e mais apetitosas


O consumo excessivo de alimentos ultraprocessados deve ser evitado, mas isso não significa que você e sua família devem viver no outro lado do espectro, comendo alimentos sem nenhuma alteração. Verduras e legumes não são um monstro de sete cabeças, mas convenhamos que a ideia de comer um chuchu cozido sem tempero também não é lá muito atrativa. Que tal fazer um purê de abobrinha ou invés do legume refogado? Ou experimentar um novo tempero na hora de assar uma berinjela? É importante mostrar para as crianças que vegetais podem sim ser apetitosos e que existe uma grande variedade de receitas deliciosas a serem preparadas com eles.


3) Ofereça opções


Uma outra dica para quem deseja ensinar os filhos a comer vegetais é sempre fazer mais de uma opção de verdura ou legume. Desse modo, na hora da refeição, caso a criança não queira um dos vegetais, ela pode experimentar o outro. As chances de a criança aceitar estes alimentos aumenta muito quando as opções deixam de ser “comer ou não comer” e passam a ser “comer este ou comer aquele”.


4) Aproveite o momento da fome


Timing é tudo! Se o almoço for demorar um pouco mais ou se a criança avisar que está com fome, aproveite esta oportunidade para oferecer novas frutas e vegetais. No momento da fome eles estarão mais receptivos do que durante ou após as refeições, por exemplo. Crie também o hábito de deixar pequenos petiscos saudáveis prontos e ao alcance da criança. Pode ser espetos de legumes ou frutas picadas, o importante é que você capriche na apresentação, para que os lanches fiquem ainda mais atrativos. Para esta dica funcionar melhor, evite comprar guloseimas para a sua casa, afinal, se seu filho encontrar biscoitos e salgadinhos na despensa, dificilmente irá dar preferência aos vegetais.


5) Dê o exemplo


A quinta e última dica é: coma, você também, frutas e legumes. De nada adianta tentar ensinar seus filhos a importância de ingerir alimentos saudáveis, se eles vivem vendo a própria mãe ou o próprio pai torcendo o nariz para estes vegetais. Crianças aprendem muito observando as ações das pessoas que estão à sua volta, então se os pais querem que os filhos tenham hábitos alimentares saudáveis, eles têm que dar o exemplo.


21 visualizações0 comentário