Buscar
  • dragisele

4 perguntas e respostas sobre a vitamina D



A vitamina D é um nutriente fundamental para o funcionamento do sistema cardiovascular, para o trabalho do sistema imunológico e para a integridade do tecido ósseo. Ela é sintetizada pelo organismo a partir da exposição solar e está presente em alimentos como leite, ovo e peixe.


Muitas crenças equivocadas a respeito desse nutriente ainda circulam pelas redes sociais, impulsionadas pela tendência das pessoas de acreditar que sempre é preciso recorrer à suplementação para ter níveis equilibrados de vitamina D.


Esse é apenas um dos primeiros mitos que devem ser esclarecidos. Suplementação só é indicada em casos especiais e nunca deve ser feita por conta própria. Vamos conferir outras perguntas e respostas sobre vitamina D?


1. A vitamina D é um hormônio?


Quando foi descoberta, no início do século 20, a vitamina D recebeu esse nome mas, ela não é propriamente uma vitamina, já que pode ser produzida pelo organismo a partir da exposição ao sol.


A radiação ultravioleta faz com que seja sintetizado um composto precursor chamado vitamina D3. Ele segue pela corrente sanguínea até o fígado, onde é convertido em vitamina D.


2. Quanto mais sol, melhor?


Nada disso. Bastam dez minutos de exposição ao sol pela manhã para estimular o organismo a produzir a vitamina D e manter seus níveis adequados.


Sabe aquela caminhada pela avenida ou pracinha do bairro? Você pode fazê-la com roupas claras, que permitem a passagem dos raios solares. Não é preciso ficar horas torrando ao sol, muito menos nos horários mais quentes do dia e sem protetor solar, combinado?


3. Quais alimentos são fonte de vitamina D?


A vitamina D está presente em alimentos de origem animal. As melhores fontes para quem precisa reforçar a ingestão desse nutriente são salmão, sardinha, bacalhau, ovo, leite e iogurte.


Porém, a principal fonte de vitamina D é a exposição da pele ao sol, que estimula a síntese do nutriente pelo organismo.


4. Como saber se há falta de vitamina D no organismo?


Fadiga, dor nos ossos e infecções frequentes podem ser um sinal de que a vitamina D está em falta no organismo. Mas, apenas com um exame de sangue é possível ter certeza do quadro.


Diante de sintomas como esses, o ideal é procurar um especialista em alimentação, para que seja possível fazer uma investigação completa sobre o estado de saúde.


Para acompanhar os níveis de vitamina D ou para proteger a saúde de forma geral, é importante manter as consultas médicas em dia. E, reforçando o alerta feito no início do artigo: suplementação só com orientação profissional.


22 visualizações0 comentário